folhas fotossintetizantes que iluminam, invisible streetlight

Esse é o conceito por trás da "iluminação urbana invisível." criado pelo coreano Jongoh Lee. O corpo flexível da luminária solar é projetada para envolver-se diretamente em volta de um galho de árvore, sem problemas se misturam com o ambiente do entorno. As folhas da luminária armazenam a energia do sol durante o dia e então explodem com a luz quando a escuridão chega. Perfeito para parques e outros espaços arborizados, a iluminação urbana invisível fornece uma solução de economia de energia sem romper a imagem do espaço externo natural.





Wouldn’t it be nice if dark streets were illuminated by these beautiful, photosynthetic leaves? That’s the concept behind Jongoh Lee’s “invisible streetlight.” The flexible body of the solar-powered light is designed to directly wrap around a tree branch with no support required, seamlessly blending into the surrounding environment. The leaves store the sun’s energy throughout the day and then bursts with light when darkness arrives. Perfect for parks and other tree-lined spaces, the invisible streetlight provides an energy-saving solution without breaking up the experience of the outdoors.

bicimáquinas, máquinas feitas a partir de peças de bicicletas

A ONG Maya Pedals fica em San Andrés Itzapa, Guatemals. Foi idealizada transformar peças de bicicletas em máquinas, aceitando doações do exterior como Canadá e USA. O objetivo maior é apoiar a economia básica familiar com BICIMÁQUINAS, uma alternativa eficaz para o desenvolvimento rural da Guatemala.







Algumas destas máquinas são conhecidas dos brasileiros como o afiador de facas e captador de água de poços, porém outros achei bem inovadores como a lavadora de roupas e o processador de alimentos. O projeto é apoiado por várias instituições ligadas ao mundo das bicicletas e ao MIT. 


Maya Pedal és la ONG responsable por transformar partes de bicicletas en máquinas, en San Andrés Itzapa, Guatemala. Acepta donaciones del exterior, tales como Canadá y los EE.UU. El objetivo final es apoyar a la base de la economia familiar con BICIMÁQUINAS , una alternativa eficaz para el desarrollo rural en Guatemala.

Algunas de estas máquinas son conocidas de los brasileños como el afilador de cuchillos y lo de recogida de água de los pozos, pero otros, desde mi punto de vista son inovadores, como la máquina de lavado y el procesador de alimentos. El proyecto es apoyado por diversas instituciones vinculadas al mundo de la bicicleta y el MIT.


prensa de resíduos com fonte de energia solar. solar compactors

Uma empresa Finlandesa especializada em containers e reservatórios de resíduos, a ECOMP, desenvolveu uma prensa de resíduos que vem acoplada com placas fotovoltaicas. A idéia é que ela funcione a base de energia solar.

ECOMP, a company from Finland specialized in waste containers and tanks, developed a waste press that comes coupled with photovoltaic panels. The idea is operate with solar energy.




atrapanieblas, captando água da neblina



A população que ocupa o norte do Chile sofre com o problema de abastecimento de água pois estão em uma área desértica. Para minimizar o problema eles desenvolveram captar água de uma maneira bem diferente, da neblina com os chamados atrapanieblas ou captador de neblina. A estrutura possui cerca de 6 metros de altura com uma tela estendida tipo sombrite, porém feita pelo próprio povoado. As gotículas ficam presas na tela e depois escorrem para um reservatório. 




A Universidade Católica do Chile possui um centro de pesquisa onde pesquisadores trabalham para que a tecnologia seja difundida e torne-se mais eficiente. Com auxilio de ONGs o sistema já está presente em outros países.


chiqdasilva , bioclimatica plugin

A Chiq da Silva assume o desafio de trabalhar com as diferentes soluções populares para a habitação, focando principalmente a reabilitação de edifícios ociosos ocupados por moradores sem-teto.

Recentemente no Brasil, são vários os edifícios construídos com pouca ou nenhuma preocupação com conforto ambiental. Em um país de clima quente, tal negligência pode causar diversas mazelas não só aos habitantes quanto à cidade. Quando uma fachada é mal protegida da incidência solar, os cômodos que se abrem para ela ficam super aquecidos, e geralmente, as pessoas que os ocupam recorrem a recursos internos que acabam piorando a situação. Cortinas e persianas, mesmo vazadas, bloqueiam em parte a ventilação natural e a entrada de luz, fazendo com que o consumo de energia, proveniente do uso de iluminação artificial e ventiladores ou ar condicionados, aumente exponencialmente.


Este era um dos problemas a ser enfrentado na Ocupação Chiquinha Gonzaga A fachada posterior é voltada para o Noroeste, uma orientação problemática, pois recebe intensa incidência solar na maior parte do dia, inclusive de raios mais horizontais no final da tarde.

Como solução foi criado um elemento de sombreamento vazado a ser acoplado à fachada – a fachada PLUG-IN, nome dado em homenagem à Plug-in city, do grupo Archigram. Era importante manter a vista dos apartamentos, iluminação natural indireta e a maior ventilação natural possível, por isso optou-se por uma esquadria basculante com pequenos brises. Tal elemento configura uma nova fachada para o edifício quebrando a monotonia da fachada anterior, trazendo a oportunidade de trabalhar a comunicação com a cidade.O espaço criado entre a nova fachada e a antiga foi projetado de modo abrigar um varal de roupas ou uma jardineira; usos que eram improvisados inadequadamente dentro dos pequenos apartamentos. O espaço entre as duas fachadas pode ser também utilizado como suporte para condensadores de ar condicionado hoje espalhados improvisadamente em fachadas dos edifícios da cidade.



O Texto foi extraído do site do Chiq da Silva, projeto que vale a pena conhecer, link : http://www.chiqdasilva.com/site/index.php?option=com_content&view=article&id=86:fachada-plugin&catid=1:projetos&Itemid=2